AUTISMO

UBS do Poty Velho realiza palestra para familiares de pessoas com autismo

A atividade é gratuita e a demanda é espontânea, ou seja, interessados podem participar da atividade sem prejuízos

06/09/2017 | 09:52 Imprimir Enviar por email
UBS do Poty Velho realiza palestra para familiares de pessoas com autismo

A Unidade Básica de Saúde (UBS) do Poty Velho, zona Norte da capital, realizará hoje, às 15h, palestra sobre os direitos da pessoa com transtorno do espectro do autismo. A atividade faz parte do projeto ‘Autismo: O que é e como tratar?’, que é realizado mensalmente na unidade.

O projeto é desenvolvido pela UBS em parceria com a Universidade Estadual do Piauí (UESPI) e Centro Integrado de Reabilitação (Ceir). “Nosso público alvo são os familiares de pessoas com autismo, profissionais de saúde e educadores”, expõe a enfermeira da Equipe Saúde da Família Nancy Loiola.

A palestra de hoje será coordenada pela assistente social Izabel Hérika Matias. A atividade é gratuita e a demanda é espontânea, ou seja, profissionais ou familiares interessados podem participar da atividade sem prejuízos. “Só faremos um cadastro do nome da pessoa e onde ela mora ou trabalha. Estamos convidando todas as pessoas que convivem com pessoas com autismo, familiares e profissionais para discutirmos o tema e dividirmos experiências para melhor tratar essas pessoas. Sabemos que o autismo está, inclusive, com nova denominação. Chamado de espectro, pelo fato de existirem muitas peculiaridades de cada indivíduo que tem o transtorno”, lembra Nancy.

Segundo cartilha específica para Autismo do Ministério da Saúde, o autismo é considerado uma síndrome neuropsiquiátrica. Embora uma etiologia específica não tenha sido identificada, estudos sugerem a presença de alguns fatores genéticos e neurobiológicos que podem estar associados ao autismo (anomalia anatômica ou fisiológica do SNC; problemas constitucionais inatos, predeterminados biologicamente). Fatores de risco psicossociais também foram associados. Nas diferentes expressões do quadro clínico, diversos sinais e sintomas podem estar ou não presentes, mas as características de isolamento e imutabilidade de condutas estão sempre presentes.

O quadro, inicialmente, foi classificado no grupo das psicoses infantis. Na tentativa de diferenciação da esquizofrenia de início precoce, prevaleceu o conceito de que os sinais e sintomas devem surgir antes dos três anos de idade, e os três principais grupos de características são: problemas com a linguagem; problemas na interação social; e problemas no repertório de comportamentos (restrito e repetitivo), o que inclui alterações nos padrões dos movimentos.

 
Tags: UBS Poty Velho fms autismo

Adicionar Comentário