ESTRUTURAÇÃO

HUT adquire balança para pesar pacientes acamados

O novo equipamento ajudará o HUT a dar um grande salto para a melhoria da qualidade do tratamento

11/10/2017 | 11:20 Imprimir Enviar por email
HUT adquire balança para pesar pacientes acamados

A desnutrição hospitalar aumenta consideravelmente os riscos de complicações durante o período de recuperação do paciente. Para pacientes vítimas de grandes traumas os cuidados com a alimentação devem ser ainda maiores. Pensando nisso, o Hospital de Urgência de Teresina (HUT) adquiriu essa semana uma balança para pacientes acamados ou com dificuldade de locomoção. Para o Dr. Carlos Henrique, nutrólogo do HUT, a aquisição dessa balança irá fazer toda diferença na recuperação dos nossos pacientes.

“Quanto mais preciso for o peso do paciente melhor será o resultado da terapia nutricional. O profissional tem como avaliar qual o melhor tipo de terapia é necessária para fazer um bom acompanhamento do status nutricional do paciente. Poder trabalhar com o peso exato dos pacientes acamados significa mais qualidade no tratamento e consequentemente uma recuperação mais rápida”, explicou o nutrólogo. 

A gerente do serviço de nutrição e dietética do HUT, Lívia Borges, disse que todos os cálculos de medicações e nutrição são feitos de acordo com o peso do paciente. “Esse controle é fundamental para avaliar se a dieta adotada está conseguindo suprir as necessidades nutricionais da pessoa, pois um paciente que dá entrada no Hospital com um quadro grave de trauma tem grande chance de perder peso e comprometer o tratamento”, destacou a gerente.

Para o diretor geral do HUT, Dr. Gilberto Albuquerque, esse novo equipamento ajudará o HUT a dar um grande salto para a melhoria da qualidade do tratamento, principalmente dos pacientes vítimas de trauma. “Estamos nos especializando no atendimento às vítimas de trauma. Esses pacientes geralmente são muito graves e necessitam de uma assistência completa, com uma equipe multiprofissional. Já somos referência em alta complexidade nas áreas de ortopedia, neurologia e terapia nutricional. Estamos trabalhando para fecharmos todas as áreas do trauma como  referência em alta complexidade para o atendimento de urgência e emergência”, disse o diretor.     

Desde o dia 28 de dezembro, por meio da Portaria SAS/MS n° 2.500/16, o Ministério da Saúde habilitou o HUT como Unidade de Assistência de Alta Complexidade em Terapia Nutricional Enteral e Parenteral. Com isso, o Hospital passou a ser referência nesse tipo de tratamento e os pacientes que não tinham condições de se alimentar pela forma habitual passaram a receber a nutrição por sonda chamada enteral ou por via parenteral diretamente na corrente sanguínea.

 
Tags: fms hut acamados

Adicionar Comentário