COMBATE AO MOSQUITO

Diminui a infestação de dengue em quase 70% dos bairros de Teresina

O levantamento apontou um índice de infestação predial de 1,9%, considerado satisfatório

16/03/2018 | 12:14 Imprimir Enviar por email
Diminui a infestação de dengue em quase 70% dos bairros de Teresina

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) divulgou hoje (16) o resultado do mais recente Levantamento Rápido do Índice de Infestação por Aedes aegypti (LIRAa). O levantamento, o primeiro do ano, apontou um índice de infestação predial (porcentagem de imóveis que possuem criadouro com a larva do mosquito) de 1,9%.

A pesquisa, feita entre os dias 5 e 9 de março, foi feita em todos os 127 bairros da capital. “Foi um resultado satisfatório, considerando que estamos em um período chuvoso mais intenso comparado com os anos anteriores”, explica Oriana Bezerra, gerente de Zoonoses da FMS “Nós fizemos um comparativo e em 88 bairros – 69% do total - o índice de infestação teve seus indicadores mais baixos ou zerados em relação ao mesmo período do ano passado”, conta a gerente.

De acordo com dados da Gerência de Zoonoses, Teresina tem atualmente 325.864 imóveis que são trabalhados no programa de controle da dengue, zika e chikungunya, com visitas regulares dos agentes de endemias. No entanto, Oriana Bezerra frisa que a colaboração da população é muito importante. “As pessoas precisam manter seus ambientes livres de potenciais criadouros para evitar a transmissão das arboviroses. Mas também precisamos manter os nossos espaços públicos, ou seja, não transformar vias como terrenos baldios em depósito de lixo, que possa servir de criadouros para o Aedes aegypti”, alerta a gerente.

Entre 01 de janeiro a 14 de março de 2018, Teresina notificou 294 casos suspeitos de dengue, 86 de chikungunya e dois de zika. Os números são bem menores que os de 2017, que notificou 540 casos suspeitos de dengue, 157 de chikungunya e dois de zika no mesmo período.

Faxina nos Bairros

A Faxina nos Bairros tem se mostrado uma estratégia eficiente na luta contra o Aedes aegypti. “Dos 15 bairros contemplados pela faxina em 2018, nove já apresentam redução nos números”, conta Oriana. A atividade é realizada todo sábado pela FMS em parceria com as Superintendências de Desenvolvimento Urbano (SDUs) e consiste no recolhimento de lixo, especialmente aqueles de grande porte que não são contemplados pela coleta regular.

Amanhã (17) será a vez dos bairros Colorado (zona Sudeste) e Parque Brasil III (zona Norte). No Colorado, será “faxinado” o quadrante formado pela Avenida Noé Mendes, Rua Carlotinha Brito, Ferrovia da RFFSA e Rua 05 do Loteamento Belterra, com ponto de partida na Praça do Monte Horebe, em frente à UPA do Renascença. Já no Parque Brasil III, as equipes se encontram no campo de futebol da rua Rosana Nery e de lá percorrem o quadrante dos quarteirões 173 a 120, Rua Rosana Nery, Avenida Josué de Moura Santos, Avenida Poty e Rua Maria da Cruz.

 
Tags: fms dengue zika chikungunya

Adicionar Comentário