ATENÇÃO BÁSICA

Teresina recebe gestores de Porto Alegre e Distrito Federal para troca de experiências em saúde

A visita faz parte do Laboratório de Inovação em Atenção Primária à Saúde (APS Forte) da OPAS

Teresina recebe gestores de Porto Alegre e Distrito Federal para troca de experiências em saúde

 

Teresina recebeu hoje (09) uma delegação de gestores de saúde de Porto Alegre (RS), do Distrito Federal (DF), acompanhada por representantes da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) e Ministério da Saúde. Eles vieram acompanhar de perto a experiência na atenção primária de nossa capital, em um intercâmbio de experiências.

 

A visita faz parte do Laboratório de Inovação em Atenção Primária à Saúde (APS Forte) da OPAS, que faz o acompanhamento e a sistematização das transformações que estão ocorrendo na saúde destas localidades. “A OPAS visa com essa iniciativa promover que esses locais (Teresina, Porto Alegre e Brasília) tenham espaços de trocas de experiência, que possam conhecer como estão estruturadas as redes de saúde umas das outras, e assim que possam aprender e possivelmente replicar experiências consideradas exitosas”, comentou Iasmine Ventura, consultora técnica da entidade.

 

O grupo teve a oportunidade de conhecer mais sobre a organização do SUS em Teresina, bem como o sistema de Regulação Ambulatorial, Hospitalar e de Transporte da capital. Eles foram ainda visitar a Unidade Básica de Saúde do bairro Angelim, modelo de atendimento com o projeto Bem Viver – um novo método baseado em tecnologia e gestão com o objetivo de agilizar a assistência aos usuários, tendo como prioridade a qualificação do acesso ao atendimento e viabilização de uma mudança de conceito de prevenção em saúde – além de contar com uma academia de saúde e iniciativas como terapias alternativas e farmácia viva. Foram ainda conhecer o Centro de Diagnósticos Raul Bacellar, laboratório público que fornece exames em larga escala para toda a rede municipal. “Aqui em Teresina consideramos o laboratório de exames um potencial porque oferece uma retaguarda assistencial importante para a atenção primária em saúde, principalmente fortalecendo o potencial resolutivo da atenção primária”, comenta Iasmine Ventura.

 

Para Etel Matielo, Tecnologista do Ministério da Saúde, conhecer as experiências de cada cidade tem sido benéfico para aprimorar a própria gestão federal nas políticas voltadas para a atenção básica. “No Ministério da Saúde a gente trabalha muito com os estados, mas tem pouca inserção nos municípios. Então conhecer experiências inovadoras nesses municípios que têm características diferentes é bem interessante para aprimorar a nossa própria atenção básica, para pensar em políticas que se adequem cada vez mais à cada realidade”, afirma.

 

O presidente da FMS, Sílvio Mendes, comentou sobre a importância da atenção primária, que humanizou a porta de entrada do sistema único de saúde. “A estratégia saúde da família foi o motivo maior da redução da mortalidade infantil, aumento da cobertura vacinal, aumento da cobertura pré-natal das mulheres, porque aproximou o profissional de saúde da população”. Teresina conta atualmente com uma cobertura de 100% da Atenção Básica em Saúde, com 90 UBS, das quais 70 já funcionam em prédios próprios dentro dos padrões do Ministério da Saúde.

 

A visita continua amanhã (10) pela manhã, quando o grupo de gestores vai conhecer a Unidade Básica de Saúde da Estaca Zero e o serviço do Centro de Atenção Psicossocial Infantil (CAPSi).

Tags:
OPAS fms

Comentários (0)


 
 

Fundação Municipal de Saúde de Teresina - FMS

Endereço Web: http://fms.teresina.pi.gov.br/noticia/2035/teresina-recebe-gestores-de-porto-alegre-e-distrito-federal-para-troca-de-experiencias-em-saude