SAÚDE MENTAL

Seminário celebra 15 anos do primeiro CAPS de Teresina

O evento acontece até o fim da tarde de hoje (03), no auditório da Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Estadual do Piauí (FACIME).

Seminário celebra 15 anos do primeiro CAPS de Teresina

 

“Fortalecendo o cuidado em liberdade” é o tema do seminário comemorativo dos 15 anos do CAPS AD, Centro de Atenção Psicossocial especializado no tratamento de álcool e outras drogas e o primeiro a ser fundado em Teresina. O evento acontece até o fim da tarde de hoje (03), no auditório da Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Estadual do Piauí (FACIME).

 

O objetivo do evento é fazer uma retrospectiva da história do centro, que foi inaugurado em 11 de agosto de 2003, bem como divulgar seu serviço para usuários, profissionais de saúde, estudantes e a comunidade em geral. “Queremos reforçar também a questão da importância do trabalho dos CAPS, que tratam os usuários de uma forma que não é hospitalocêntrica, ou seja, feita em liberdade e fora dos manicômios”, comenta a psicóloga Larine Moreira.

 

Foi esse modelo que livrou Luís de Sousa do vício no álcool. Ele conta que não se enxergava como dependente até acompanhar uma amiga em uma reunião e perceber que se enquadrava em todas as características do alcolismo. “Então resolvi fazer o tratamento e já faço há 3 anos, e consegui parar definitivamente há 7 meses”, relata ele, que conta como era o tratamento. “Eu participava das reuniões, ouvia os depoimentos, e neles vi que a gente precisa evitar velhos hábitos, os lugares onde andava, as amizades, e aí automaticamente você começa a pensar em um novo projeto de vida”, diz o usuário.

 

“O CAPS AD foi muito importante por ser o primeiro CAPS a ser fundado em Teresina, ou seja, um dos primeiros passos do modelo antimanicomial na cidade”, informa a gerente de Saúde Mental Luana Bueno. O local conta com uma equipe multiprofissional formada por cinco médicos, sendo três clínicos e dois psiquiatras, quatro psicólogos, quatro enfermeiros, dois terapeutas ocupacionais, um educador físico, quatro assistentes sociais, um nutricionista, entre outros.

 

Até março de 2018, o CAPS AD contava com 932 prontuários ativos, ou seja, usuários que recebem atendimento regular no local. Somente no último ano (julho de 2017 a junho de 2018), foram abertos 472 novos prontuários, o que dá uma média de 39 por mês. Neste mesmo período, foram feitos 7060 atendimentos individuais e 2503 atendimentos familiares.

Tags:
fms

Comentários (0)


 
 

Fundação Municipal de Saúde de Teresina - FMS

Endereço Web: http://fms.teresina.pi.gov.br/noticia/2025/seminario-celebra-15-anos-do-primeiro-caps-de-teresina